A importância do espaço de cada um     

Todos sabem do quanto é difícil manter um relacionamento a dois. O amor ao outro é a base, mas é fundamental também a importância do espaço de cada um. Sem espaço, um relacionamento está fadado ao fracasso.

Se você quer saber o que pode causar isso, leia este artigo até o final e saiba que mais importante que amar o outro é saber que é preciso amar a si mesmo também, e amar não significa prender ou aprisionar.

Dê espaço ao seu parceiro

Essa frase pode trazer muita confusão e insegurança para algumas pessoas. Isso porque as pessoas acabam confundindo dar espaço com permitir tudo. E não é isso.

Um relacionamento a dois pode ser bem difícil se ambos não estiverem na mesma sintonia. É preciso amar a si mesmo, estar seguro das suas escolhas, e só assim você será capaz de amar o próximo sem a necessidade de sufocá-lo.

O amor deve ser livre e leve. Sem amarras e sem parecer que ambos estão vivendo em uma prisão. Porém, não confunda dar espaço com perder o respeito. O respeito mútuo é tão importante quanto o amor que ambos sentem um pelo outro.

A importância do espaço de cada um     

Não confunda amor com posse

É complicado para algumas pessoas entenderem isso, mas amor é parceria e não uma permissão para controlar a vida do outro. Quando se adota esse comportamento, é o mesmo que tirar o oxigênio da relação, e dificilmente ela conseguirá sobreviver.

Se um dos dois sente que não há espaço para ser ela mesma na relação, a tendência natural é que ela queira sair para tentar “respirar”, fora de um ambiente quase que tóxico.

Amar exige liberdade. O amor é um conjunto que ações que envolve principalmente respeito e confiança.

Amar deve ser associado com entrega. O amor é a chance de amadurecer com o parceiro. É dividir sonhos e desejos, sem medo de ser julgado. É ser completo.

Quando se pensa que o outro é sua posse, essa relação está fadada ao fracasso. Antes de ser seu parceiro ou parceira, ele ou ela, existe como ser, e tem seus desejos e vontades individuais. E você deve aprender a respeitar isso, pelo bem seu, do próximo e da relação.

A importância do espaço de cada um     

 

A relação deve ser preservada

Todos são diferentes. Não apenas no aspecto físico da coisa. Todos tem a sua individualidade. Amar não pode ser apenas gostar do que se tem em comum. Amar é também respeitar e compreender as diferenças entre os dois.

É importante conhecer o parceiro ou parceira de forma clara e objetiva, e não da forma que você idealizou. Isso é extremamente perigoso para a relação, pois ao amar um objeto de idealização, você passará a exigir do seu companheiro ou companheira que ele supra essa necessidade que você criou.

Isso é fatídico para um relacionamento. De forma simples, o amor não anda junto de uma relação que beira o parasitismo.

Numa relação você também precisa ser só. Entenda isso e compartilhará de momentos longíquos com seus companheiro ou companheira.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.