Publicidade

Casamento de Lívia e Paulo

30 de janeiro de 2013

Mais um lindo casamento ao ar livre, durante o dia. A decoração retrô, com máquinas de escrever e garrafas penduradas, toda em azul e amarelo. Até as bridesmaids e o noivo entraram no clima das cores escolhidas!

—–

“Pra mim não há como descrever melhor nosso relacionamento do que com o texto que minha madrinha escreveu e foi lido no casamento: 

      Vinicius de Moraes, que além de poeta, também foi diplomata, disse certa vez que “A vida é a arte do encontro, embora haja tantos desencontros pela vida.” Ele não poderia estar mais certo, e a história de amor dos nossos queridos noivos é emblemática: 

Eles moravam no mesmo bairro, trabalhavam no mesmo prédio, no mesmo andar, mas nunca tinham se visto. Eles poderiam, por uma única vez, ter se encontrado em um daqueles corredores multicoloridos do Itamaraty, ou então trocado olhares em algum daqueles elevadores revestidos de alumínio e espelhos. Ele chegou até a ir à sala dela, uma vez, pra levar um documento qualquer, mas era um daqueles dias estressantes, e eles nem se notaram. 

Até que seus olhares finalmente se encontraram. 

E não foi em um daqueles elevadores ou corredores. Eles driblaram o acaso por um ano e meio para se conhecerem do outro lado do mundo. Dois dias foram suficientes para torná-los completamente perdidos um pelo outro. Foi uma paixão avassaladora, inexplicável, inconvenientemente inegável. A reação inicial foi tentar voltar à racionalidade, enquanto os pensamentos brincavam de esconde-esconde. Se era tão difícil resistir ao outro, pior ainda era conseguir resistir. E por mais que, de início, os dois tenham se tornado verdadeiras contradições ambulantes, eles decidiram tentar. Desde o primeiro sorriso, desde o primeiro beijo, eles já sabiam o que queriam. Mesmo não tendo certeza de nada, mesmo tendo apenas aqueles dois dias juntos em Cingapura, eles não conseguiram mais negar. Foram sinceros um com o outro. Foram seus piores amigos e melhores conselheiros. A paixão aumentou ainda mais quando se descobriu cúmplice, e tornou-se inevitável. Os dias se tornaram uma grande espera entre o momento que o Paulo dizia “Ciao, bella” para a Lívia, e o que ele dizia oi. Foram incontáveis mensagens, e-mails, telefonemas e conversas por vídeos, por vários meses e meio mundo entre os dois, até o tão esperado reencontro. 

E desde então, eles vêm cultivando esse amor tão puro, tão forte e ao mesmo tempo, tão livre e tão simples, que os mantêm tão felizes e unidos.” 


casamento Goiás

casamento

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

casamento Goiás

——–

Fornecedores: 

Fotografia: Fábio Oliveira  / Cerimonial: Kellen Cristina Dufrayer  / Decoração:  Christiane Maia e noiva / Identidade visual e papelaria: Luciana Lobato e Gabi Alves / Vestido da noiva e acessório de cabelo: Fernanda Ferrugem / Cabide personalizado: Vanessa Láuar Moura / Doces: Seyna Jacob Festas / Música cerimônia: Lukas Santanna quarteto de cordas / Local: Casa da Toscana – Goiania/GO / Terno noivo: Noir Le Lis Blanc / Música recepção: Queridos amigos Luiz Guilherme, Babi Bressan e Luiz De Andrade Filho

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

por
6 Comentários

6 Comentários

  1. Dani Villani disse:

    Que linda história… O amor é lindo demais!!! Felicidades aos casadinhos!!!

  2. Gleiziane Fernanda disse:

    Muito lindo!!
    Amei o depoimento da madrinha…

  3. Stephanie Ribeiro disse:

    Amei a decor, divertida e alegre! Perfeito esse casório!

  4. Lívia Andrade disse:

    Meninas,

    Obrigada pelo post! Se alguma noivinha quiser entrar em contato pra tirar dúvidas meu email é andrade.liv@gmail.com

    Um beijo!

  5. Lunice Dufrayer disse:

    Estava tudo muito lindo, pairava um ar de românce , cada cantinho foi pensado com muito carinho.
    Esse casal mereceu a festa que tiveram e ela tinha exatamente a cara deles… Marcou!!!

  6. Gabriela Rosa disse:

    Tudo lindo maravilhoso!
    Estou louca atras desse tapete de madeira, alguem tem contato de algum fornecedor ?
    Bjs


Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *



Design por Casa2 | Creative Design & Happy Ideas - Wordpress por André Beltrame
© 2018 - Casando em BH - by Bel Ornelas - Todos os direitos reservados